Oies Bookaholics!

O tempo para mim está muito corrido e estou tentando me adaptar e me organizar com a volta às aulas, mas felizmente estou conseguindo não deixar o blog tão de lado, e que assim permaneça! 😉

No post sobre o projeto Mulheres na Literatura 2017 eu me propunha a ler dois clássicos de mulheres que fizeram a diferença na história: Virginia Woolf (Mrs. Dalloway) e Sylvia Plath (A redoma de vidro), mas eu percebi que com a minha rotina será impossível ler esses livros, pelo menos agora 😦

Mas como o nome do projeto é Mulheres na Literatura (estou pensando seriamente em mudar isso para o próximo ano, já que não abordo somente os livros, mas enfim) resolvi listar para vocês alguns livros sobre empoderamento feminino! Espero que gostem das minhas dicas, alguns livros eu já li e outros gostaria muito de ler 🙂

Nessas sugestões eu preferi optar por livros do gênero de não-ficção porque ressaltam a importância das experiências que muitas vezes são mais compatíveis com a realidade, nos estimulando a sonhar e conquistar também . Confiram 😉

1. Eu sou Malala (Malala Yousfzai) 

e sou malalaSinopse: Quando o Talibã tomou controle do vale do Swat, uma menina levantou a voz. Malala Yousafzai recusou-se a permanecer em silêncio e lutou pelo seu direito à educação. Mas em 9 de outubro de 2012, uma terça-feira, ela quase pagou o preço com a vida. Malala foi atingida na cabeça por um tiro à queima-roupa dentro do ônibus no qual voltava da escola. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. Mas a recuperação milagrosa de Malala a levou em uma viagem extraordinária de um vale remoto no norte do Paquistão para as salas das Nações Unidas em Nova York. Aos dezesseis anos, ela se tornou um símbolo global de protesto pacífico e a candidata mais jovem da história a receber o Prêmio Nobel da Paz. Eu sou Malala é a história de uma família exilada pelo terrorismo global, da luta pelo direito à educação feminina e dos obstáculos à valorização da mulher em uma sociedade que valoriza filhos homens. O livro acompanha a infância da garota no Paquistão, os primeiros anos de vida escolar, as asperezas da vida numa região marcada pela desigualdade social, as belezas do deserto e as trevas da vida sob o Talibã. Escrito em parceria com a jornalista britânica Christina Lamb, este livro é uma janela para a singularidade poderosa de uma menina cheia de brio e talento, mas também para um universo religioso e cultural cheio de interdições e particularidades, muitas vezes incompreendido pelo Ocidente. Sentar numa cadeira, ler meus livros rodeada pelos meus amigos é um direito meu, ela diz numa das últimas passagens do livro. A história de Malala renova a crença na capacidade de uma pessoa de inspirar e modificar o mundo.

Li esse livro no ano passado e se tornou de um dos meus livros preferidos da vida! Confiram a resenha completa desse livro incrível ❤

2. A menina do Vale (Bel Pesce)

A_MENINA_DO_VALE_1344855610BSinopse: Quando um livro fala sobre sucesso, não podemos esperar nada diferente quanto às suas vendas. E esse quebrou todas as expectativas. Foram mais de 500 mil downloads na internet em um mês. O fato de ter sido escrito por uma menina de apenas 24 anos o torna ainda mais impressionante. Com três capítulos inéditos, este livro é sinônimo de sucesso. Para quem lê e para quem vende. Em A menina do Vale, Bel Pesce conta diferentes casos e histórias que guiaram sua ainda curta, mas intensa, história de sucesso. Um livro fácil de ler, que vai dar todas as dicas para um empreendedor moderno conquistar o que almeja, contado por uma menina que venceu no competitivo mundo do Vale do Silício, nos Estados Unidos. 

Eu sei que ano passado rolou a maior polêmica com a autora devido ela ter mentido ou não sobre suas experiências acadêmicas e profissionais, mas eu acredito que a leitura é muito válida. Eu acompanho o trabalho da Bel desde meados de 2010, quando cursava técnico em Administração e tecnólogo em Processos Gerenciais, e vi o quanto ela cresceu se tornou um modelo para mim. Independente da polêmica, a Bel venceu e é um dos grandes nomes e referências sobre empreendedorismo dentro e fora do país, as pessoas gostando ou não.

3. Faça acontecer (Sheryl Sandberg)

FACA_ACONTECER_1364948880B.jpgSinopse: As mulheres compõem hoje grande parte da força de trabalho no mundo. Mas ainda são os homens que dominam os cargos de liderança. Dos 195 países independentes no mundo, apenas dezessete são governados por mulheres. A porcentagem feminina em papéis de liderança é ainda menor no mundo empresarial. Isso significa que, quando se trata de tomar as decisões mais importantes para todos, a voz das mulheres não tem o mesmo peso. Neste livro absolutamente inspirador, Sheryl Sandberg investiga as razões de o crescimento das mulheres na carreira estar há tantos anos estagnado, identificando a raiz do problema e oferecendo soluções práticas e sensatas para que elas atinjam todo o seu potencial. Eleita uma das dez mulheres mais poderosas do mundo pela revista Forbes, Sheryl encoraja as mulheres a sonharem alto, assumirem riscos e se lançarem em busca de seus objetivos sem medo. Ela acredita que um maior número de mulheres na liderança levará a um tratamento mais justo de todas as mulheres. A executiva faz uma autorreflexão sincera sobre os acertos e os erros de sua carreira, que, unidos a uma pesquisa vasta, resultaram neste livro escrito com humor e sabedoria. ‘Faça acontecer’ é um manifesto feminino para homens e mulheres, fundamental para se pensar os impasses e as questões de gênero no mundo do trabalho. 

Esse livro apareceu e ganhou muita importância depois do filme “A rede social” que conta a história de Mark Zuckerberg e a criação do Facebook, baseado no livro “Bilionários por acaso” (Ben Mezrich). O fato é que a Sheryl Sandberg foi uma dos braços direitos de Mark na empresa que tem o domínio mundial. Eu ainda não li o livro, mas é uma das histórias que mostram a força da mulher em um ambiente dominado pelos homens, a área de tecnologia.

4. Estrelas além do tempo (Margot Lee Shetterly)

ESTRELAS_ALEM_DO_TEMPO_1481895198635829SK1481895198B

Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial, a incipiente indústria aeronáutica americana contratou matemáticas negras para suprir sua falta de mão de obra. Esses “computadores humanos” continuaram trabalhando para seu governo e passaram a fazer parte da NASA em uma época em que vingava a segregação racial. Elas garantiram que os Estados Unidos ganhassem a corrida especial contra a União Soviética e lutaram para realizar o sonho americano. Esta é a sua história, que chega também aos cinemas na adaptação cinematográfica estrelada por Taraji P. Henson, Janelle Monáe, Octavia Spencer, Kevin Costner, Kirsten Dunst e Jim Parsons.

Eu assisti recentemente ao filme Hidden Figures (Estrelas Além do Tempo) e fiquei curiosa para ler o livro que deu origem ao filme. A autora se baseou em pesquisas para escrever este livro e depois vendeu os direitos para que a história fosse adaptada para os cinemas.

5. Falando o mais rápido que posso (Lauren Graham)

FALANDO_O_MAIS_RAPIDO_QUE_POSS_1478623760622934SK1478623760BSinopse: A estrela Lauren Graham dá um presente aos fãs. Em “Falando o mais rápido que posso”, a intérprete da eloquente e amada Lorelai Gilmore faz uma retrospectiva da sua vida e compartilha histórias engraçadíssimas sobre amadurecimento, o início de sua carreira de atriz e, anos depois, como é sentar em seu trailer no set de Parenthood e se perguntar “Será que eu, hmmm, cheguei lá?”. Ela também fala abertamente sobre os desafios e as cobranças de ser uma mulher solteira em Hollywood e conta histórias divertidíssimas, como, por exemplo, a vez em que pediram a ela que fizesse um teste para um papel com a própria bunda. Finalmente, Lauren encara uma épica maratona de Gilmore Girls e relembra como foi gravar cada ano da série original e o que significou para ela voltar a interpretar, nove anos depois, uma de suas personagens preferidas. Além de trazer fotos e trechos do diário que Lauren manteve durante as gravações do reboot “Gilmore Girls: Um Ano para Recordar”, este livro é como uma noite agradável em casa batendo papo com sua melhor amiga, rindo, contando muitas histórias e – é claro – falando o mais rápido que você puder.

Esse livro entrou para a minha wishlist agora que estou assistindo à série Gilmore Gilrs ❤ Quantas pessoas assistiram / assistem à série, principalmente desde o ano passado com o revival da Netflix! Pela sinopse o livro apresenta muito bem os desafios que a atriz precisou enfrentar em Hollywood e sua carreira, é um prato cheio para os fãs e um exemplo de conquista.

Essas foram as minhas indicações, se vocês já leram ou querem ler alguns desses livros mencionados me digam nos comentários, ou se quiserem me indicar livros com essa temática também! 😉

Até o próximo post!

Camila Melo

Me acompanhem nas redes sociais *Skoob / *Instagram / *Facebook / * Filmow

 

Anúncios

6 comentários em “5 livros sobre empoderamento feminino

  1. Gostei de todas as sugestões. Só fiquei meio que com um preconceito com a Bel por causa das mentiras dela. Não precisavs. A impressão que tenho é que ela queria criar uma imagem que nos faz sentir inferior quando é muito mais bacana vc ser sei lá, dona de casa e incentivar outras mulheres. As outras sugestões eu amei! Bjuu

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s