Resenha | Um casamento americano, de Tayari Jones

Oies Bookaholics!

4 ★

An American Marriage – Tradução: Alves Calado – Arqueiro – 2019 – 295 Págs.

Os recém-casados Celestial e Roy são a personificação do sonho americano e do empoderamento negro. Mas um dia os dois são separados por circunstâncias imprevisíveis: Roy é condenado a doze anos de prisão por um crime que Celestial sabe que ele não cometeu.
Mesmo impetuosa e independente, Celestial é dominada pelo desamparo e busca conforto nos braços de um amigo de infância.
Quando a condenação de Roy é anulada repentinamente depois de cinco anos, ele sai da prisão pronto para retomar a vida com a esposa. Um casamento americano lança um olhar perspicaz ao coração e à mente de três pessoas unidas e separadas por forças além do seu controle, e que precisam lidar com o passado enquanto seguem – com esperança e dor – em direção ao futuro.

A escrita da autora Tayari Jones é bastante envolvente. Além disso, os capítulos curtos mesclados com cartas tornam a leitura rápida. Entretanto, os personagens tornam a leitura um pouco travada. Foi muito difícil não detestar cada um dos protagonistas! E acredito que essa foi justamente a intenção da autora: criar personagens reais e cheios de defeitos. 

Apesar do contexto em que estão inseridos, a prisão injusta de Roy, os personagens tomam decisões que nos fazem questioná-los o tempo todo. Não por acaso, a narrativa alterna entre os três pontos de vista para que conheçamos a fundo o que cada um pensa e sente. 

Celestial, Roy e Andre carregam as suas bagagens emocionais e traumáticas, o que acaba trazendo consequências para o relacionamento entre eles: amor e amizade, traição e incertezas. Um casamento americano é uma história triste e necessária, um excelente drama que infelizmente se assemelha à realidade de muitos. 

Coloca o racismo estrutural numa perspectiva que afeta não só as consequências de uma condenação injusta, mas a desestrutura familiar dos afro-americanos (semelhante às dos brasileiros). 

Porém, como a autora dá tanta ênfase ao romance, senti falta de uma abordagem mais aprofundada sobre o sistema prisional. Acho importante que outros leitores (principalmente pessoas brancas) tenham maior conhecimento sobre o assunto. 

Agradeço à leitura conjunta  e ao debate incrível com a autora Tayana Alvez, Janaína Hannah (@alertadespoiler_) e Mari Canhoto (@capivararesenha). 

Até o próximo post.

Compre na Amazon, utilizando este link você não paga nada a mais e eu recebo uma pequena comissão para continuar meu trabalho.

Redes sociais *Skoob/ *Goodreads/ *Instagram/ *Facebook/ * Filmow

um comentário

  1. fagulhadeideias · · Responder

    Gostei imensamente desse livro. Se tem interesse em conhecer mais como funciona o sistema prisional nos EUA recomendo a leitura de “Compaixão” de Bryan Stevenson.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: