Coffee Booktag

Oies Bookaholics!

A maravilhosa da Gio (Atraídos pela Leitura) me marcou e finalmente vou responder a essa tag que junta duas coisas que amo: livros e café! ❤

 

Café expresso – um livro que você leu muito rápido:

O_PESO_DO_PASSARO_MORTO_1504308630710256SK1504308631B

Não fiz resenha quando li, mas esse livro é incrível e li muito rápido, principalmente porque a sua estrutura se dá por uma narrativa em versos.

 

Café extra-forte – um livro com um assunto extremamente forte:

DESONRA_1291001838B

Na verdade Desonra, de J. M. Coetzee trata de vários assuntos extremamente pesados causando vários socos no estômago ao leitor.

 

Café longo – o maior livro que você já leu:

CHEIO_DE_CHARME_1288033785B

Inclusive preciso relê-lo.

 

Chafé – um livro que tinha tudo pra ser excelente, mas não foi:

TREZE_SEGUNDOS_1524689224773771SK1524689224B

Infelizmente, conforme o tempo passa só fico mais decepcionada com este livro que prometia muito sobre a temática da pornografia da vingança, mas deixou muito a desejar.

 

Chococino – Um livro que você indica pra todo mundo:

AMADA_154437054012305SK1544370541B

Amada, de Toni Morrison continuará sendo a minha primeira indicação para todo mundo!

 

Descafeinado – um casal sem química:

O_VERO_QUE_MUDOU_MINHA_VIDA_161843922B

Precisei resgatar essa a Série Verão que eu li em 2016 para representar a minha resposta para esta pegunta.

 

Café com leite – um gênero que você nunca cansa de ler:

Posso dizer que nos últimos meses os clássicos.

 

Até o próximo post!

Redes sociais *Skoob/ *Goodreads/ *Instagram/ *Facebook/ * Filmow

 

12 Comentários

  1. Gio - Atraídos Pela Leitura · · Responder

    Adorei as respostas. Tb já li O Peso do Pássaro Morto e gostei muito muito. Ainda quero ler Amada da Toni Morrison.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Oies Gio! O peso do pássaro morto é um soco no estômago, uma leitura super necessária. E nossa, acho que vou perturbar todo mundo para ler Amada, foi um livro que me marcou tanto que quero que todo mundo conheça!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Adorei! Quero ler O peso do pássaro morto, sempre ouço falarem muito bem. Uma pena o livro da Bel Rodrigues, gosto muito do canal dela no YT…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oies Bia! Ah, O peso do pássaro morto é incrível e muito forte com vários socos no estômago, se vc for assinante do Amazon Prime, o e-book está disponível no Prime Reading 😉 Olha, eu tinha altas expectativas com o livro da Bel, pq acompanhava o canal dela desde 2014 e vi todo o processo da publicação. Como ela falava que tava com essa história há uns 10 anos, fiquei decepcionada quando li, o livro é muito curto (a fonte é até maior do que o normal, digamos assim) e rápido, e acho que não aprofunda muito os personagens e a temática principal. Uma pena pq gosto muito do trabalho dela, apesar de não acompanhar muito ultimamente.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Eu também acompanhava há muito tempo o canal… Uma pena mesmo! Mas entendo; escrever é uma tarefa e tanto!!! kkkkk E não basta técnica, é preciso algo mais. Eu mesma tentei kkkkkkk e ficou bom, mas sei que me falta aquele algo mais kkkkkk

        Curtido por 1 pessoa

        1. Sim Bia, alguns anos atrás tentei tbm, mas além de achar muito difícil eu detestei a experiência hahaha De fato não é para mim rs

          Curtido por 1 pessoa

          1. É, não é algo para se fazer buscando prazer kkkkk O prazer na escrita se perde quando temos prazos e metas… Mas eu tinha um objetivo claro, ajudar outras pessoas compartilhando minha experiência, então continuei firme kkkkkk senão talvez tivesse desistido

            Curtido por 1 pessoa

          2. Nossa, pensando dessa forma faz todo o sentido, é algo do tipo que vi vários escritores comentando: “não espere pela motivação, pq a escrita é um hábito”… Se quiser compartilhar suas ideias, fiquei curiosa 😉

            Curtido por 1 pessoa

          3. Quando fui escrever Árvores Tímidas estabeleci um planejamento bem imersivo, muito diferente do que fiz antes enquanto escrevia contos e textos soltos. Eu sabia que poderia ser complicado falar sobre mim mesma, principalmente sobre meu diagnóstico e os momentos difíceis relacionados a ele, mas também sabia que era essencial trazer emoções verdadeiras. Então mergulhei mesmo na escrita. Passei dois meses só fazendo isso. Escrevendo todos os dias. Antes eu já tinha pensado bem na estrutura do livro: quais seriam os capítulos, o que abordaria em cada um, com qual enfoque, qual o objetivo do livro, que tom e que voz usaria, quais as preocupações deveria ter em relação a quem leria o livro, as condições estariam bem descritas para um leitor que nada conhece sobre os transtornos mentais, os relatos não possuem gatilhos para quem está lendo durante uma crise, e muitos outros aspectos desse tipo…. Pelo tema tratado, tive que planejar esses outros aspectos. Mas em relação ao processo de escrita, houve planejamento e pesquisa antes (inclusive a leitura e análise de muitos outros livros), depois acordava e já ia escrever com a xícara de café. Quando parava de escrever, começava a pensar no próximo trecho que escreveria. E, depois de tudo escrito, revisei o livro. 🙂

            Curtir

  3. Amada também seguirei recomendando a todos ❤
    Uma pena que essa nova trilogia da Jenny Han tenhaum casal sem química… mas confesso que mesmo antes de saber isso não me senti muito atraída a lê-la.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ah Isa, mês que vem vou reler Amada ❤ Então essa série da Jenny Han é mais antiga, tinha sido publicada antes pela Galera Record e com o sucesso da série da Lara Jean a Intrínseca republicou com nova capa…

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: