Leituras Fevereiro/2020 | Fim e início de ciclos, Carnaval e 4 livros lidos

Oies Bookaholics!

Leituras de Ago 2019

Com o fim do mês de fevereiro tenho a impressão de que 2020 ainda não começou, pelo menos no que diz respeito às leituras. Mas acho que o meu ritmo e meu envolvimento com as leituras dependem muito da minha rotina e como este último mês foi um mês de transição era difícil manter um ritmo constante.

Na verdade o meu emocional viveu algumas inconstâncias: terminou o meu contrato no estágio e iniciei um novo relacionamento. No primeiro caso me veio um sentimento de insegurança sobre o futuro, afinal ficar sem emprego (na verdade salário) não é uma opção para mim. E estou justamente naquela fase de esperar resultado de entrevistas e tenho tentado controlar a ansiedade. No segundo caso, contra todas as minhas expectativas eu comecei a namorar, e também bate aquele sentimento de insegurança de conhecer o novo, mas me sinto cada vez mais segura e feliz por viver novas experiências  ao lado do boy ❤

83371333_2878636902199561_6296699562362929152_o

Confesso que nesse mix de sentimentos a minha frequência por aqui diminuiu, mas estou tentando buscar um equilíbrio para dar conta de tudo, e digo isso pensando nas coisas que realmente significam para mim e que por isso valem investimento. Mesmo assim, fora os posts de resenhas também falei sobre os 10 livros clássicos que preciso relerDiário da Faculdade | Vale a pena fazer cursinho pré-vestibular?

 

Diário da Faculdade

Por falar em faculdade, foram oferecidos alguns cursos de verão e tive a oportunidade de fazer um sobre Jorge Amado e o romance de 1930. O mais interessante é que o curso foi ministrado pelo sobrinho do autor, Roberto Amado, mestrando da Letras na USP. Além de poder conhecer as histórias da família também pude conhecer um pouco mais sobre as características do romance brasileiro nessa década, ainda mais com a importância de Jorge Amado na nossa literatura e como sua obra é tão pouco estudada na academia, principalmente por conta do preconceito.

Ainda em relação à Letras, por mais que eu tenha finalizado o bacharelado, prossegui com a licenciatura e as aulas retornaram na semana do dia 17, o que não significa que automaticamente eu entrei no ritmo, muito pelo contrário, isso porque além das aulas também tenho que cumprir algumas horas obrigatórias de estágio não remunerado em escola pública. Mas agora que acabou o Carnaval espero que a minha vida também entre nos eixos e consiga manter uma rotina de estudo/trabalho/namoro/academia/leitura. Oremos!

Leituras

Por fim vamos de fato falar das Leituras do mês! Acabei lendo um pouco mais que em janeiro: foram 4  leituras – todas escritas por mulheres, sendo duas nacionais e negras, um livro de não-ficção e uma graphic novel emprestada pelo boy. A resenha dos livros estão “linkadas” abaixo:

EU_SEI_POR_QUE_O_PASSARO_CANTA_155874609623823SK1558746099B

Eu sei por que o pássaro canta na gaiola, de Maya Angelou ★★★★★

RACISMO. ABUSO. LIBERTAÇÃO. A vida de Marguerite Ann Johnson foi marcada por essas três palavras. A garota negra, criada no sul por sua avó paterna, carregou consigo um enorme fardo que foi aliviado apenas pela literatura e por tudo aquilo que ela pôde lhe trazer: conforto através das palavras. Dessa forma, Maya, como era carinhosamente chamada, escreve para exibir sua voz e libertar-se das grades que foram colocadas em sua vida. As lembranças dolorosas e as descobertas de Angelou estão contidas e eternizadas nas páginas desta obra densa e necessária, dando voz aos jovens que um dia foram, assim como ela, fadados a uma vida dura e cheia de preconceitos. Com uma escrita poética e poderosa, a obra toca, emociona e transforma profundamente o espírito e o pensamento de quem a lê.

 

O_IRLANDES_15812944481108107SK1581294448B (1)O irlandês, de Tayana Alvez ★★★★

Aos vinte e sete anos, Julia decidiu sair do conforto da casa de sua família em Nilópolis na Baixada Fluminense e tentar a vida fora do país. Pouco tempo foi necessário para ela entender que nada é tão simples quando se é imigrante. Tendo investido todas as economias em seu intercâmbio na Irlanda, Julia se vê presa a uma rotina maçante e sua diversão se resume a dias em casa com os amigos e a um dos Karaokês da cidade; e é depois de uma noite atípica no Karaokê que Julia recebe uma proposta de trabalho. Mesmo sabendo que precisa dizer não, os euros falam mais alto e ela diz sim. Agora Julia precisa incluir um terceiro emprego em sua rotina. Que Deus a ajude. Robert trabalha em uma das editoras mais queridas pelo público jovem irlandês, tem uma família feliz e uma casa dos sonhos. Ao lado de Annabelle, sua filha mais nova, Alice, sua filha mais velha e Aimee, sua amada esposa, ele aprende e ensina sobre amor, companheirismo e gentileza. Até que em uma típica tarde, uma despedida inesperada vira sua vida de cabeça para baixo. Precisando enfrentar a dor, o vazio e o abandono e conciliar tudo isso com o trabalho e a família que ainda o resta, Robert terá de lembrar a si de que independente de qualquer coisa, todas as pessoas a sua volta merecem apenas sua gentiliza. Em uma noite que ele se deixa ser convencido por alguns clientes e colegas de trabalho, Robert atravessa a cidade para comemorar um novo contrato em um bar que nunca tinha pisado antes. O que ele não imaginava é que essa noite lhe reservaria tantas surpresas. LIVRO INDICADO PARA MAIORES DE 16 ANOS.

 

MORANGO_E_CHOCOLATE_1242607502BMorango e chocolate, de Aurélia Aurita ★★★

Narração altamente erótica, Morango e Chocolate retrata as primeiras semanas de uma paixão amorosa através do olhar de uma jovem cartunista de 25 anos. Observadora atenta de seus próprios impulsos, de seus desejos e também de suas dúvidas. Aurélia Aurita fala de amor e sexo com frescor e franqueza. Sua visão lúdica e alegre, misturando crueza e ternura, é atualmente sem equivalente na paisagem do quadrinho ocidental.

 

ponciá Ponciá Vivêncio, de Conceição Evaristo ★★★★

A história de Ponciá Vicêncio descreve os caminhos, as andanças, as marcas, os sonhos e os desencantos da protagonista. A autora traça a trajetória da personagem da infância à idade adulta, analisando seus afetos e desafetos e seu envolvimento com a família e os amigos. Discute a questão da identidade de Ponciá, centrada na herança identitária do avô e estabelece um diálogo entre o passado e o presente, entre a lembrança e a vivência, entre o real e o imaginado.

 

Me digam nos comentários como e quais foram as leituras que vocês fizeram durante o mês de fevereiro, vou adorar saber! 😉

 

Até o próximo post.

Redes sociais *Skoob/ *Goodreads/ *Instagram/ *Facebook/ * Filmow

4 Comentários

  1. Gio - Atraídos Pela Leitura · · Responder

    Desejo muitas felicidade pra vc no seu novo relacionamento, boa sorte na sua busca por um emprego e ótimas leituras.Eu tb não consegui ler muito ainda não, mas espero que em março eu possa ler muito.♥

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oies Gio! Sua maravilhosa, agradeço o incentivo, como sempre! ❤ Bjos

      Curtido por 1 pessoa

  2. Oi, Cah!
    Espero que surja alguma oportunidade muito boa pra vc em algum emprego, estou na torcida!
    Se ficar sem ideia de post literários ou achar que não tem muito tempo para prepará-los, pode dar dicas de passeios com o boy hahaha, restaurantes, filmes, etc. Eu curto esse tipo de post rs.
    Adorei suas leituras de fevereiro!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oies Isa! Sua linda, obrigada pelos incentivos, como sempre! ❤ Olha, eu até fiz uma listinha de ideias de posts, o meu problema é ter vontade de sentar e escrever sabe? Acho que desde o começo do ano estou mais afastada do blog, não sei explicar o que acontece =/ De qualquer forma agradeço as dicas, viu? rs Bjos ❤

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: