21 de outubro de 2019: sobre a visita de Angela Davis a São Paulo

Oies Bookaholics!

Nos últimos dois anos tenho me interessado bastante pela literatura feminista negra e após ler Mulheres, raça e classe eu fiquei  fascinada pelo trabalho desenvolvido pela ativista norte-americana Angela Davis. Não foi à toa que eu surtei quando  Boitempo, editora que publica os livros da autora aqui no Brasil anunciou que traria Davis para o lançamento de sua autobiografia.

Okay, mas talvez vocês não tenham ideia de quem eu estou falando, e por isso recomendo esse pequeno resumo sobre a autora 😉

View this post on Instagram

ANGELA DAVIS DE GRAÇA E PARA TODO MUNDO?⠀ ⠀ Sim, você leu certo! No dia 21 de outubro, às 19h, tem Angela Davis no Auditório Ibirapuera.⠀ ⠀ A filósofa e escritora Angela Davis, professora emérita da Universidade da Califórnia, estará em São Paulo para apresentar a conferência "A liberdade é uma luta constante" gratuita e aberta ao público! Basta chegar, acomodar-se no gramado e ouvir de perto sobre a vida e a luta de um dos nomes mais proeminentes na luta pelos direitos civis no mundo. A atividade é voltada à plateia externa do Auditório, com capacidade para mais de 15.000 pessoas.⠀ ⠀ O evento marca o lançamento de UMA BIOGRAFIA e contará com comentários da pesquisadora Raquel Barreto, responsável pelo prefácio da obra, além da escritora Bianca Santana, com mediação de Christiane Gomes (Fundação Rosa Luxemburgo). Aberto, gratuito e sem necessidade de inscrição prévia, o evento acontece em parceria entre Boitempo, Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente SP e Itaú Cultural, com apoio da Fundação Rosa Luxemburgo São Paulo.⠀ ⠀ Foi tão grande o interesse e a mobilização do público em torno do Seminário Internacional "Democracia em colapso?", promovido pela Boitempo em parceria com o Sesc São Paulo, que as inscrições para a conferência se esgotaram muito rapidamente. Toda a programação do seminário será gravada e publicada na TV Boitempo (canal da editora no YouTube) e a conferência de Angela Davis contará com transmissão ao vivo pelas redes sociais do Sesc e da Boitempo e transmissão em telão na área externa do Sesc Pinheiros.⠀ ⠀ E tem mais: toda a obra de Angela Davis publicada pela Boitempo estará à venda no foyer do Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer com descontos exclusivos!⠀ ⠀ #LeiaAngelaDavis

A post shared by Boitempo (@boitempo) on

Na verdade, a editora promoveu o seminário Democracia em colapso?, com demais nomes de peso do cenário militante de esquerda. Mas, contudo, entretanto… O evento seria realizado no Sesc Pinheiros que não comporta uma quantidade muito grande de participantes e com isso as inscrições acabaram em minutos, eu iludida até tentei um ingresso individual para o dia em que teria uma palestra com a autora, mas para minha frustração não rolou, e olha que fiquei de plantão muito tempo antes das inscrições abrirem.

Porém, em parceria com outras instituições, organizou um evento aberto para que nós brasileiros pudéssemos ter a experiência de ver Angela Davis falando ao vivo. O lugar escolhido foi o lado de fora do auditório Oscar Niemeyer no Parque do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo e com capacidade de 15 mil pessoas. Eu fui com a minha xará e mais dois amigos dela, e como saberíamos que ia lotar, chegamos cedo para acampar em plena segunda-feira: choveu, atrasou, foi muito cansativo e estressante, mas valeu muito a pena.

View this post on Instagram

No último dia 21 tive o privilégio de assistir Angela Davis na sua primeira visita à cidade de São Paulo. Eu saí ainda mais encantada com a inteligência, força e influência dessa mulher que reuniu mais de 15 mil pessoas numa segunda-feira. Dois pontos mexeram comigo: o primeiro o quanto ela conhece o Brasil e está muito bem familiarizada com os problemas e vár movimentos sociais. Mais do que isso, Angela Davis ainda citou diversos nomes de cantoras da nossa cultura, como Elza Soares e Margareth Menezes. Ela chamou a atenção do público para mais do quer as feministas estrangeiras, conhecer os projetos desenvolvidos no Brasil por mulheres negras. O segundo momento foi quando ela mencionou sua relação com Toni Morrison, autora e editora que a incentivou a escrever sua autobiografia. Mas não foi só isso, Bianca Santana numa fala impressionante provocou esta mesma multidão para se posicionar e manifestar contra as ações policiais que vem matando até as crianças negras brasileiras de forma cruel. Valeu a pena "acampar" no Parque do Ibirapuera com chuva para sair de lá motivada a questionar e lutar contra os instrumentos de opressão racistas. . . . . . . . #angeladavis #angeladavisnobrasil #mulheresracaeclasse #womenraceandclass #Book #Books #Bookaholic #ABookaholicGirl #bookshelf #Instabook #instareading #lendo #bookish #instalibros #ilovereading #libros #instalivros #bookstagram #instaread #LoveBooks #AmoLivros #AmoLer #boitempo #VamosLer #racismo #leiamulheres #BlackLivesMatter ✊🏾

A post shared by A Bookaholic Girl (@a_bookaholic_girl) on

Apesar de ser a sexta vez que a autora vem ao Brasil, foi a primeira que Angela Davis veio à cidade de São Paulo. E a primeira coisa que me impactou foi ver de perto a força dessa mulher de 75 anos que se mostrou também muito lúcida e perspicaz em suas falas. Outro ponto que me chamou muito a atenção foi ver o quanto ela conhece do Brasil, dos diversos problemas e projetos desenvolvidos por mulheres negras aqui, não por acaso sua fala girou muito em torno das queimadas na Amazônia, as mortes de crianças negras nas comunidades do Rio de Janeiro pela polícia e principalmente do assassinato de Marielle Franco.

Por isso, a autora fez uma chamada ao público: não consumam apenas a literatura feminista de autores estrangeiros, conheçam os projetos que vêm sendo desenvolvidos aqui. Ela mencionou que além de criar laços com as causas militantes do Brasil ela quer levar a nossa literatura para os Estados Unidos e os demais países que ela visita.

Quando eu disse que Davis conhecia muito o Brasil eu também me referia aos pontos positivos, como a parte cultural com as cantoras negras brasileiras Clara Nunes, Elza Soares e Margareth Menezes.

Se eu estava bem emocionada com todas as falas, imagina então quando lhe foi perguntando sobre a sua relação com a autora Toni Morrison, autora que infelizmente faleceu alguns meses atrás e que eu tive o prazer de conhecer a obra na faculdade (confiram: Resenha | Amada, de Toni Morrison). Isso porque Toni Morrison também atuava como editora e foi quem incentivou Angela Davis a escrever uma autobiografia, Davis destacou muito a importância de Toni Morrison, que não lutava de forma “comum” na militância, mas que consolidou no mercado a publicação de negros e principalmente mulheres feministas negras. No vídeo tem a fala na íntegra:

 

O evento também contou com comentários da pesquisadora Raquel Barreto, responsável pelo prefácio da autobiografia, e da escritora Bianca Santana, com mediação de Christiane Gomes (Fundação Rosa Luxemburgo). E não poderia deixar de fora a fala da Bianca Santana, autora que já conhecia por conta do livro Quando me descobri negra e alguns outros projetos, que de forma muito sensata e provocadora questionou a multidão onde estávamos quando houveram os protestos contra a morte da menina negra Ágatha Félix no Rio de Janeiro e tantos outros casos… Sua fala ressaltou sim a importância de Angela Davis no Brasil, mas que o público não se interessava de perto pelas ações e lutas daqui.

 

O dia 21 de outubro foi um dia emblemático, me fez refletir muito, rever alguns posicionamento e até mesmo falta deles em diversas situações, de apesar de ser uma mulher negra eu estou ainda muito por fora das causas.

 

Segue fala da autora no seminário Democracia em colapso?:

 

Até o próximo post!

Redes sociais *Skoob/ *Goodreads/ *Instagram/ *Facebook/ * Filmow

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: