Resenha | O que aconteceu com o adeus, de Sarah Dessen

Oies Bookaholics!

A primeira leitura de 2019 foi uma escolha muito acertada para iniciar a minha imersão nos livros nesse novo ano. 🙂 O livro foi publicado no Brasil pela extinta iD Editora e quem sabe pode ser publicado pela Seguinte, editora esta que vem publicando os livros da autora Sarah Dessen desde 2015.

o_que_aconteceu_com_o_adeus_1331919339b

What happened to goodbye – Tradução: Áurea Akemi Arata – 2012 – 424 Páginas – ★★★★

Desde o amargo divórcio de seus pais, McLean e seu pai, um consultor de restaurante, se mudaram para quatro cidades em dois anos. Separada de sua mãe e da nova família de sua mãe, McLean seguiu com seu pai para deixar o passado infeliz para trás. E cada novo lugar dava-lhe a chance de experimentar uma nova personalidade: de líder de torcida a diva do drama. Mas agora, pela primeira vez, McLean descobre um desejo de ficar em um lugar e apenas ser ela mesma, quem quer que ela seja. Talvez Dave, o cara da porta ao lado, possa ajudá-la a descobrir. Combinando a marca registrada da escrita graciosa de Sarah Dessen, ótimos personagens, e a atraente história, What Happened to Goodbye é uma leitura irresistível.

A capa pode não chamar atenção e até mesmo passar desapercebida, mas é uma história que vale muito a pena. A escrita da autora Sarah Dessen é envolvente, em poucas páginas somos capturados e nos vemos imersos no universo da protagonista McLean. Acho louvável a capacidade que poucos autores têm de em poucas linhas conquistar a atenção do leitor com uma narrativa que tem como temática algo mais trivial do cotidiano, como o último ano do ensino médio de uma garota de 17 anos. Para vocês terem noção o próprio funcionamento do restaurante, a descrição dos pratos e o projeto de montar uma maquete da cidade são muito interessantes.

Entretanto, ao tratar do divórcio e de essa situação complicada e complexa influencia na vida dos filhos acrescenta à trama uma carga mais dramática e real das relações humanas. Construída em primeira pessoa, a narrativa expõe a perspectiva de McLean, as mágoas que tem pela mãe desde a separação, permeada também pelas suas lembranças da infância, época que ela considerava perfeita. Agora, ela acredita que precisa deixar as coisas que amava no passado para evitar mais mágoas, como seu amor pelo basquete universitário que fazia parte da sua vida por influência de seu pai.

View this post on Instagram

Estou de férias e gosto de aproveitar esse momento com leituras mais leves e com narrativa mais fluída, que não demanda aquele envolvimento tão profundo. Claro que tem sido difícil conciliar o tempo disponível entre colocar o sono em dia, assistir filmes e séries na Netflix e já começar a pensar no próximo semestre na faculdade, que inclusive será o meu último ano da graduação (oremos por isso!). Sarah Dessen tem sido a minha companhia e a história de Mclean Sweet finalmente saiu da minha estante após 3 anos. E vocês, o que estão fazendo nessas férias? 🌞📖 . . . . . #oqueaconteceucomoadeus #whathappenedtogoodbye #SarahDessen #ideditora #LeituraAtual #YoungAdult #YA #VamosLer #Ler #Leitura #AmoLer #EuAmoLer #Reader #Livro #Book #Books #AmorPorLivros #Instabooks #Bookaholic #ABookaholicGirl

A post shared by A Bookaholic Girl Blog (@a_bookaholic_girl) on

O livro também foca no difícil processo do divórcio com a jovem optando morar com o pai, que aceitou um emprego como consultor de uma empresa que gerencia restaurantes que estão à beira da falência. Com isso, a garota se muda constantemente, porque tudo depende para onde o pai será transferido, inclusive para outros estados. Traumatizada com o término da relação dos pais, a mágoa com a mãe e as constantes mudanças, McLean adota como postura de defesa adotar uma personalidade diferente em cada lugar que chegava. Se durante a adolescência, e talvez até mesmo na vida adulta, enfrentamos dúvidas sobre quem somos, imagina depois de passar por diferentes lugares em pouco tempo.

Isso implica desde adotar uma variação diferente de seu nome Eliza / Lizbet / Beth / Liz Sweet, se vestir de forma específica e diferente, além de procurar fazer coisas diferentes em cada escola em que passava. Em uma era líder de torcida e a garota popular, em outra era líder de grupos e cdf, em outra procurava não se misturar. Mas em todos os lugares procurava não criar raízes e manter contato com as pessoas que conhecia, o que explica o título do livro o que aconteceu com o adeus. E consequentemente suas escolhas acabam influenciando nos seus relacionamentos amorosos:

Na verdade, desde a separação de meus pais, eu não tinha muita fé em relacionamentos e muito menos estava a fim de começar um relacionamento propriamente duradouro. Em casa, eu tinha várias amigas que conhecia desde o primário, meninas com quem eu joguei futebol na liga Rainbow e de quem continuei próxima no ginásio. Tive alguns namorados e sofri desilusões mais de uma vez. Eu era uma garota normal em uma cidade normal, até o divórcio acontecer. (p. 37)

E por falar em relacionamentos Dave é um amor! E eu gostei da narrativa não se resumir apenas ao relacionamento dos dois, muito pelo contrário. A relação é trabalhada quase que totalmente na amizade entre McLean e seu vizinho, mesmo que o leitor sabe e torce para que algo a mais aconteça entre eles. O romance é posto em segundo plano para que possamos acompanhar o amadurecimento da protagonista e sua relação com seus pais, principalmente com sua mãe que agora tem uma nova família.

Nessa jornada conhecemos funcionários do restaurante Luna Blu e os seus novos improváveis amigos da escola que são essenciais para que ela compreenda que nem sempre é possível virar as costas e esquecer das pessoas, como se nunca tivessem existido.

Lar não era uma casa montada, ou apenas uma cidade no mapa. Era qualquer lugar onde as pessoas que te amam estão, sempre que vocês estão juntos. Não um lugar, mas um momento e depois outro, construídos sobre o outro como tijolos para criar um abrigo sólido que você leva consigo a sua vida inteira, onde quer que esteja. (pp. 385-386)

O livro é de 2012 e lendo hoje, com novas perspectivas daquilo que acredito me incomodou não ver nenhum tipo de representatividade. A própria protagonista tem aquele padrão de garota branca, loira e olhos azuis com colegas com características físicas semelhantes.

Mas ainda bem que as coisas estão mudando, aos poucos, mas estão.

 

Até o próximo post!

 

armesan Cheese

 

 

Me acompanhem nas redes sociais *Skoob/ *Goodreads/ *Instagram/ *Facebook/ * Filmow 

 

 

Anúncios

5 Comentários

  1. Não conheço a autora e fiquei bem curiosa com esse livro. Ótima resenha!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oies! Ela não é muito conhecida no Brasil, mas alguns livros foram publicados pela editora Seguinte e as histórias são bem legais 🙂 Fico feliz que você tenha gostado, depois que ler quero saber o que achou 😉

      Curtido por 1 pessoa

  2. Gostei imenso!
    Aguardo sua visita e seus comentários
    Siga

    Curtido por 1 pessoa

  3. […] Uma leitura bem gostosinha! Confiram: Resenha | O que aconteceu com o adeus, de Sarah Dessen 😉 […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: