Leituras de Dezembro 2018 | Início das férias, decepções com contos de natal e 6 livros lidos

Oies Bookaholics!

A última semana do mês de dezembro foi dedicado à retrospectiva do blog, em que falei sobre os eventos, os lançamentos do 2º Semestretodos os livros que comprei no anoos 62 livros lidos + as 10 melhores leituras do anoos 146 filmes e 8 séries assistidos + os melhores do ano e por fim os desafios, metas e projetos de leitura.

Ufa, rs

Mas faltou falar sobre as leituras que fiz em 2018, bora?

Leituras de Março.png

 

Sem coração (Marissa Meyer)

SEM_CORACAO_1528801177758122SK1528801178BContos de fadas revisitados.
Catherine era uma das garotas mais desejadas do País das Maravilhas e a favorita do ainda solteiro Rei de Copas, mas seus interesses eram outros. Por seu talento na cozinha, ela só queria abrir uma confeitaria em sociedade com sua melhor amiga e oferecer ao Reino de Copas os mais deliciosos doces e bolos. Porém, de acordo com sua mãe, era uma ideia inaceitável para a jovem que poderia ser a próxima rainha. Em um baile real em que o rei pretende pedi-la em casamento, Cath conhece Jest, o belo e misterioso bobo da corte. Pela primeira vez, sente a força da pura atração. Mesmo correndo risco de ofender o rei e contrariar os pais, ela e Jest iniciam um relacionamento intenso e secreto. Cath está determinada a escolher o próprio destino e se apaixonar nos seus próprios termos. Mas em uma terra repleta de magia, loucura e monstros, o destino tem outros planos… 
A aclamada autora das Crônicas Lunares oferece uma visão do País das Maravilhas diferente de qualquer outra já vista e conta a história de uma garota que viria a ser um dia a famosa Rainha de Copas.

Última leitura do ano do Projeto Quatro por 4: Quatro por 4 | Sem coração, de Marissa Meyer 🙂

 

O lado real do abstrato (Caroline Fortunato)

O_LADO_REAL_DO_ABSTRATO_1525741096776608SK1525741097BEm 2050, o Homem finalmente tem tecnologia apropriada para explorar outros planetas com o fim principal de descobrir se há mesmo vida inteligente por lá. Joaquim, um frio e cético astrofísico brasileiro, se propõe a fazer uma viagem como astronauta de treze anos terrestres à velocidade da luz até o irmão gêmeo da Terra, com a diferença de este possuir uma massa três vezes maior. Romance de tese, o ambiente da história é totalmente distinto com o objetivo de examinar outra população com comportamentos e ideologias reais que normalmente escapariam à nossa imaginação mais abstrata.

Resenha | O lado real do abstrato, de Caroline Fortunato 😉

 

Você tem a vida inteira (Lucas Rocha)

VOCE_TEM_A_VIDA_INTEIRA_1528923373784535SK1528923374BAs vidas de Ian, Victor e Henrique se encontram de uma forma inesperada. Ian conhece Victor no dia em que recebe o resultado de seu teste rápido de HIV. Os dois são universitários. Victor está envolvido com Henrique. Ian está solteiro. Os três são gays. Dois deles têm a vida atingida pela notícia de um diagnóstico positivo para o HIV. Um não tem o vírus. Um está indetectável. Dois estão apaixonados. Henrique é mais velho e, depois de Victor, pensou que poderia acreditar de novo em alguém. Victor têm medo do que o amor pode trazer para a sua vida. Ian sequer sabe se será capaz de amar. Os três são, ao mesmo tempo, heróis e vilões de uma história que não é sobre culpa, mas sim sobre amor, amigos e sobre como podemos formar nossas próprias famílias.

Se tornou um dos meus preferidos da vida! Resenha | Você tem a vida inteira, de Lucas Rocha ❤ ❤

 

Aproveitando a vibe natalina e diversos contos brasileiros com essa temática resolvi adquirir alguns e-books e saí bem despontada. Minha ideia era fazer um post indicando esses contos, mas como gostei de só alguns achei que não seria legal fazer um post reclamando sobre, rs. O mais interessante foi a possibilidade de ler histórias de natal brasileiras, com o clima brasileiro, com as tradições (ou não) brasileiras. Para mim várias coisas não funcionaram, mas pode ser que para vocês podem funcionar e vocês se encantarem 😉

Aconteceu no natal (Bárbara Sá) – ★★

aconteceu_no_natal_1543328412832362sk1543328412b

Fazer um pedido, jogar uma moedinha na fonte e acreditar que ele vai se realizar é a maior balela para Melinda. A jovem não acredita em destino, mesmo que essa palavra venha ultimamente surgindo muito na sua vida. Vinda de seu irmão, de um senhor na rua e até de Augusto, seu paquera. E é com ele que Melinda viverá um romance mágico às vésperas do Natal, descobrindo que talvez isso tenha sido um empurrãozinho do destino.

 

Eu queria gostar, mas não gostei. Entendo que é o primeiro conto publicado pela autora, mas não funcionou para mim. Eu não gostei da protagonista, a ambientação também não me chamou a atenção e nem o clima dos anos 70 ou 80. O romance também não me convenceu e nem o mistério que deixa o conto em aberto. Em contos em que isso acontece, de deixar um “gostinho de quero mais”, soou mais para “não entendi”. E confesso que depois que li fiquei me sentindo mal por ter pago por este conto, não sei se leria algo novamente da autora. Sorry not sorry. 

 

Todas as cores do natal (Alliah, Bárbara Morais, Lucas Rocha, Mareska Cruz e Vitor Martins) – ★★★

TODAS_AS_CORES_DO_NATAL_1512537869735939SK1512537870B.jpg

A Agência Página 7 reuniu cinco autores para contar histórias divertidas e emocionantes sobre personagens LGBTQ+ durante as festas de fim de ano. “Todas as Cores do Natal” propõe trazer a voz dos escritores enquanto pessoas LGBTQ+ para ilustrar as experiências de seus personagens a partir de uma perspectiva mais próxima. Escrever com essa propriedade de fala é conhecida como “own voices” no mercado internacional e é muito importante para a diversidade na literatura.
Nessa coletânea, Vitor Martins narra uma divertida história de amigo secreto no curso de inglês que vai fazer o leitor morrer de amores e vergonha alheia por Renato. Já Bárbara Morais traz o universo das Garotas Mágicas para salvar o Natal na capital do país e falar sobre a importância da amizade verdadeira. Lucas Rocha conta como Danilo só queria um fim de ano comum, mas, de repente, tudo dá errado na noite de Natal e ele se vê preso em uma tempestade envolvendo um peru assado, um cachorro e o garoto por quem ele tem uma quedinha. Alliah mostra que uma simples viagem em grupo de fim de ano para uma ilha no litoral do Rio de Janeiro pode revelar seres sobrenaturais sofrendo com as alterações mágicas causadas pela poluição dos mares. Para fechar com chave de ouro, Mareska Cruz fala sobre a relação de Benedita com o Natal desde o seu nascimento: são quinze anos de pura diversão, coração partido, amor e amizade.

Eu estava com altas expectativas para essa coletânea, mas infelizmente não rolou. 😦 Dos 5 contos que compõem o livro eu só gostei de 2. A ideia de juntar diferentes autores e tratar da diversidade e temas relevantes foi bem interessante e acho bastante válida, inclusive juntar diferentes gêneros diferentes. Os contos de fantasia eu não gostei, apesar de entender a mensagem que a autora Bárbara Morais (Garotas Mágicas Super Natalinas) propõe sobre a união das mulheres, mas Alliah (Entremarés) um conto sobre poluição e sereia está até agora tentando me trazer algum nexo. Mareska Cruz (Os Quinze Natais de Benedita) foi fofo, mas também não me tocaram tanto, apesar de tratar sobre perdas. Os únicos que eu de fato amei foram o do Vitor Martins (Vinte Bombons de Banana) e achei que a ideia de trabalhar um tema tão trivial, como um amigo secreto, foi muito bem desenvolvido, gerando muita expectativa e torcendo muito enquanto eu lia; e o segundo foi o do Lucas Rocha (A Aventura do Peru de Natal) que também foi maravilhoso e acho que os dois autores são os melhores escritores de literatura jovem no Brasil. Ambos conseguem construir e desenvolver histórias maravilhosas, envolventes, de deixar um quentinho no coração e falar sobre diversidade de modo bem verdadeiro.

 

Bom ano (Pam Gonçalves) – ★★★★★

bom_ano_1545000370836805sk1545000370bPam Gonçalves traz de volta a Manu, de Boa noite, para falar sobre amor, amizade e aquele medo que dá quando precisamos encarar a vida adulta.
Um ano e meio depois dos acontecimentos de Boa noite e tudo o que Manu quer é reunir os amigos e ter uma noite de Ano-Novo divertida e inesquecível. Agora que todos estão se formando na faculdade, a vida parece um verdadeiro tsunami. E o mais inquietante é que todos parecem saber muito bem como lidar com a vida adulta. Todos, exceto Manu. Com Dani se recusando a conversar e os amigos ocupados com seus próprios dilemas, a garota investe toda a atenção na festa de Ano-Novo. Organiza comida, bebida, lugar… mas acaba querendo controlar um pouco mais que isso. Bom ano discute o papel dos amigos e amores em momentos cruciais da vida, com o tom sempre bem-humorado e sensível de Pam Gonçalves. 

Que eu amei Boa noite não é surpresa para ninguém (eu acho) e estava bem curiosa com esse conto, que também traz a Analu de Uma história de verão. Ele tem a temática do réveillon e gostei muito das reflexões que trouxe sobre amadurecimento, o medo do futuro.  O conto também trabalha muito bem a relação entre os amigos e de que nem sempre é bom ficar se intrometendo na vida uns dos outros, tomando decisões para ajudar. Às vezes cada um precisa lidar com seus problemas e questões sozinhos, e os amigos precisam respeitar isso. E claro que também teve o relacionamento problemático com os pais por conta da escolha da sentimental da protagonista e um final de surpreender! E que no fim também traz um quentinho no coração. ❤

 

Me digam quais foram as suas leituras durante o mês de dezembro, foi adorar saber! 😉

 

Até o próximo post!

 

armesan Cheese

 

 

Me acompanhem nas redes sociais *Skoob / *Instagram / *Facebook / * Filmow

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

10 Comentários

  1. Nossa fiquei com vontade de ler varios desses que vc mencionou Principalemte os dois primeiros.

    Acredita que eu acabei lendo mais um livro nos ultimos dias do ano? Eu achei que fosse terminar em janeiro mas terminei de ler em 2 dias, trata-se do livro Garoto encontra Garoto do David Levithan, super recomendo demaaais caso não tenha lido ainda 😘

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ahhh que bom! 🙂 Já vi muita gente elogiando os livros do David Levithan, eu adorei Um dia e lembro de ter lido Nick & Norah (inclusive tem filme), mas não curti muito, rs.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Muito Bom
    aguado sua visita e seus comentários!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada! Seja bem vindo (a)! 🙂

      Curtido por 1 pessoa

  3. Nossa, acredita que ainda não li Bom Ano. Vou aproveitar que li a sua postagem e vou já deixar na minha fila de leitura

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ahhh é tão bom! Mas se não tiver lido os demais livros pode aparecer vários spoilers, se vc não se importar 😉

      Curtir

  4. Oi Camila, tudo bem?
    Da sua lista, só li Sem Coração, mas adoraria ler Todas as Cores do Natal, pela temática LGBT. Pena que não tenha te agradado. 😦
    Que 2019 traga leituras ainda melhores pra você!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oies Priih! Obrigadaaa ❤ Talvez vocês goste e muito, pra mim não funcionou, e é uma pena 😦 Bjos

      Curtir

  5. Oi Camila.
    Eu estou lendo Boa Noite da Pam no momento e estou amando.
    Foram poucas decepções, mas mesmo assim acaba marcando essa parte. Que em 2019 seja um ano livre delas.
    Beijos.
    Fantástica Ficção

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ah, eu amo Boa Noite! A temática é muito forte e adorei a maneira como a Pam abordou. Espero que vc curta também, estou torcendo 😉

      Que 2019 nos proporcione leituras incríveis para nós.

      Bjos,

      Cah

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: