Diário da Faculdade | Concluindo o 5º semestre em Letras: exame, notas erradas, férias, desistência da habilitação em inglês?

Oies Bookaholics!

Para quem acompanhou os posts de Diário da Faculdade no semestre passado puderam perceber o quanto eu reclamei, digamos assim. Eu considerei o semestre mais insano e caótico até o momento, e muito se deve pela própria pressão que eu coloco sobre mim mesma. Meu emocional e psicológico ficaram muito abalados, tinha a sensação de que eu não conseguiria estudar o suficiente e não por acaso me via chorando a cada 15 ou 20 dias. Minha mãe é quem diga, rs.

Além de passar sábados na biblioteca (coisa que eu nunca tinha feito), precisei abrir mão de estar com meus amigos e familiares (durante o almoço de dia das mães estava estudando, sim o notebook aberto na sala da casa da minha avó, por exemplo), deixei de fazer coisas que eu gosto, como ir ao cinema e ir a shows por conta de trabalhos. Me entupia de Coca-Cola e doces para me manter “ligada” e café passou a fazer parte da minha rotina diária, e olha que eu detestava café. Fora os estresses no estágio por conta das mudanças implantadas pelo novo prefeito de São Paulo que atingiram muito o departamento em que trabalho.

Para muitos pode ser até considerado muito drama ou até frescura, afinal, eu escolhi estudar na USP. Mas só quem viveu ou vive situação semelhante entende bem o que estou dizendo, ser universitário não é nada fácil. Recentemente eu li um artigo que resumiu muito bem o que eu estava sentindo, e recomendo muito para vocês: Estresse: quando a faculdade vira “máquina de moer gente” e também o vídeo Saúde metal na universidade 😉

Eu sou apaixonada por literatura e o me sentia presa, pois ao invés de obter conhecimento e desenvolver meu potencial eu ficava limitada às notas para conseguir passar, tive que dar prioridade aquilo que era “mais importante”. Seria sonho ou até mesmo utopia esperar que sua escolha de curso na faculdade só traria matérias e assuntos que você goste de estudar 😦

 

O semestre dos “quases”…

Apesar de estudar bem mais do que nos semestres anteriores, eu não consegui atingir a média necessária, 5, e fiquei de recuperação/exame na disciplina de Sociolinguística do Inglês por (fucking) meio ponto. Eu confesso que desde o começo foi a disciplina que menos me preocupei, (leia-se: não estudei mesmo), mas acreditava que conseguia passar, raspando, mas conseguiria. A decepção foi tão grande porque além de nunca ter ficado em matéria alguma na vida (e olha que essa é a minha segunda faculdade), recebi a notícia no dia do meu aniversário. Graças a Deus eu recuperei e fechei a disciplina com 9,5! Mas o baque foi muito forte para mim.

Outra disciplina que teve o seu “quase” foi Literatura Brasileira 3, isso porque o meu trabalho foi sobre o romance Diva (José de Alencar), especificamente sobre os espaços físicos como representação da mulher. Tínhamos um número de páginas limite para escrever e eu já tinha passado duas páginas, mas sentia que precisava fazer uma comparação com Os sofrimentos do jovem Werher (Goethe), e acabei não fazendo (Confiram: Resenha | Os sofrimentos do jovem Werther, por Goethe). Quando peguei a correção do professor ele justamente cobrou a relação dessa obra ou outras que vimos na introdução do curso, mas elogiando a minha proposta. Fiz o trabalho em menos de 24h porque naquela semana já tinha entregue outros dois, então não consegui pensar com calma, apesar de ter estruturado o trabalho bem antes e tirado dúvidas com o professor nas aulas e no plantão. Fechei com 8,5 e com o sentimento de sempre exceder o número de páginas hahaha.

 

Notas erradas no sistema…

O meu psicológico estava bem balançado após a notícia do exame, até que os professores começaram a postar as médias finais no sistema. Duas notas estavam erradas, sendo necessário entrar em contato com os professores, mandando e-mail (sem resposta até o presente momento) em uma e na outra precisei ir até o campus em plena férias para solicitar a revisão do trabalho.

Em Literatura Portuguesa 3, minha nota era 5, e depois da professora reler meu trabalho na minha presença (muito constrangedor apontando os erros e questionando para um melhor entendimento) ela percebeu que realmente tinha errado, me pediu desculpas e fechei com 7,5. Sim, não foi coisa de um ponto ou meio ponto, foram 2 pontos e meio! As aulas dessa professora começaram excelentes, mas ao longo do semestre o nível foi caindo de forma surpreendente. Vários alunos estavam indignados, e lembro até de ver uma aluna que estava na recuperação por ter fechado com 4, pediu revisão e sua nota foi para 8. Eu pensei que finalmente teria um excelente período em Literatura Portuguesa, foi muito melhor que os anteriores, mas ainda assim está deixando muito a desejar 😦

 

Desistência da habilitação em inglês?

Desde o começo eu sabia que teria dificuldades ao escolher a habilitação em inglês, porque na USP não há disciplinas de ensino da língua dentro dessa habilitação, ou seja, já é esperado um nível de conhecimento dos alunos. As aulas são ministradas em inglês bem como provas e trabalhos, e o meu nível está longe de ser considerado fluente ou avançado. Com as aulas e as leituras fui desenvolvendo muito, mas ainda tenho muita dificuldade, na verdade inseguranças para falar e escrever.

Eu pensei seriamente em desistir da habilitação principalmente por esse motivo, e pela disciplina que fiquei de exame. Mas ainda ao notar que em um trabalho na disciplina de Introdução ao Romance, eu fechei com 6, sem nenhum comentário ou retorno da professora, que ao receber meu e-mail  questionando os meus erros, fui meio que ignorada, sem a possibilidade de conversar com ela sobre. Isso é extremamente decepcionante, porque além da nota, eu me importo com a questão de pesquisa  e desenvolvimento acadêmicos, me deixando mais insegura ainda. Eu me dedico a escrever e elaborar hipóteses sobre minhas leituras, busco a crítica literária para aprofundar meu raciocínio e não ter um feedback é muito brochante.

Nesse semestre eu teria 3 matérias obrigatórias da habilitação e resolvi não cursar uma, porque seria justamente com a professora que fiquei de recuperação, e na realidade eu não gosto do estilo dela de aula e nem da didática que ela usa. Vou avaliar bem se troco de habilitação ou se permaneço, mesmo porque os problemas não só comigo mesma ou com as dificuldades que tenho com a língua.

 

Férias? 

No final eu mal tive férias. Eu tive prova até o dia 3 de julho, reunião no dia 7, e com a recuperação perdi quase duas semanas com o retorno das aulas no dia 3. Eu queria ir para a Flip mas infelizmente não aconteceu por alguns problemas no estágio, e me aprofundei nas leituras mesmo, confiram: Resumo e Leituras do Mês | Julho 2017 😉

 

Preciso ser justa e dizer que aconteceram coisas boas também, como a disciplina de Teoria Literária I (Diário da Faculdade | Sobre a disciplina de Teoria Literária I, as reuniões do grupo de pesquisa de cinema e literatura brasileiro contemporâneo, as próprias aulas de Literatura Brasileira 3 e algumas de Literatura Portuguesa e as oficinas do Lero (Diário da Faculdade | Sobre as oficinas do LERo (Laboratório de Estudos do Romance) no 1º semestre de 2017).

 

Entretanto eu não estou com muitas expectativas para o 6º semestre, infelizmente. Na verdade eu acho que ainda estou cansada e detonada emocionalmente, parece que o 5º semestre ainda está acontecendo, me torturando. Quando dizem que é o terceiro ano que define a sua permanência na faculdade não pensei que fosse algo tão real. Vi vários colegas desistindo de matérias e de suas habilitações, então realmente a coisa é bem mais séria do que pensamos.

 

Talvez o que eu tenha compartilhado por aqui não faça muito sentido, mas preferi escrever as coisas conforme eu me sentia, sem me limitar muito, pois como vocês sabem eu prefiro ser sincera e dizer a realidade sobre a tão elitista e importante Universidade de São Paulo.

 

Até o próximo post!

EST. 2015

 

Me acompanhem nas redes sociais *Skoob / *Instagram / *Facebook / * Filmow

 

Anúncios

um comentário

  1. […] voltaram! Por falar nisso, eu fiz um post sobre o final de mais um semestre (vocês podem conferir Diário da Faculdade | Concluindo o 5º semestre em Letras: exame, notas erradas, férias, desistên… 😉 […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: