Oies Bookaholics! Hoje resolvi falar de dois filmes muito interessantes que assisti nesse final de semana. Para não me viciar nas séries da Netflix, resolvi começar assistindo alguns filmes 😉

Para a minha surpresa, ambos tem como pano de fundo livros e, consequentemente o mercado editorial. E eu simplesmente adorei! ❤ Já recomendo para vocês! 😉

as-palavras-filme

As palavras – The words (2012) 

Sinopse: Rory Jansen (Bradley Cooper) é casado com Dora (Zoe Saldana) e trabalha em uma editora de livros. Ele sonha em publicar seu próprio livro, mas a cada nova tentativa se convence mais de que não é capaz de escrever algo realmente bom. Um dia, em uma pequena loja de antiguidades, ele encontra uma pasta com várias folhas amareladas. Rory começa a ler e logo não consegue tirar a história da cabeça. Logo ele resolve transcrevê-la para o computador, palavra por palavra, e a apresenta como se fosse seu livro. O texto é publicado e Rory se torna um sucesso de vendas. Entretanto, tudo muda quando ele conhece um senhor (Jeremy Irons) que lhe conta a verdade por trás do texto encontrado.

Esse filme usa e abusa da moldura narrativa, ou seja, há uma história dentro de uma outra história. Na primeira parte o personagem Clayton Hammond lê seu livro “As palavras” numa sessão para diversas pessoas. A partir desse ponto, a história do livro começa a ser desenvolvida pelos personagens interpretados por Bradley (gato) Cooper como Rory Jansen e Zoe Saldana como Dora Jansen. Acompanhamos a luta de Rory para escrever e publicar seu livro: as longas horas escrevendo, a falta de dinheiro e as repostas negativas das editoras.

Não por acaso, ele resolve começar a trabalhar em um “emprego de verdade”, em uma editora de livros. Mais facilidade com contatos na área para finalmente poder publicar seu livro. Durante a sua lua de mel em Paris, o casal Rory e Dora passeiam por uma loja de antiguidades e encontram uma pasta.

Para a surpresa de Rory, ele encontra algumas folhas amareladas e começa a leitura, sem conseguir parar. Ele copia todas aquelas páginas, sem modificar uma única palavra, linha ou parágrafo e publica o livro como se fosse seu, afinal não tinha nome do verdadeiro autor. O livro vira um sucesso e Rory finalmente se vê como um escritor de sucesso, recebendo vários prêmios e publicando os livros que ele mesmo escreveu.

As coisas começam a ficar mais interessantes quando um velho vai trás de Rory e diz que conhece a verdade sobre aquela história. Mais uma vez, o filme utiliza do recurso da moldura narrativa, para se voltar à história do velho, durante o período em que viveu durante a Segunda Guerra Mundial. Ficam as perguntas: será que o velho irá denunciar Rory? Será que Rory vai assumir que ele não é o autor do livro que o consagrou? O que será que vai acontecer?

O final deste filme foi tão incerto para mim que precisei consultar alguns spoilers na internet (quem nunca!) para entender e ainda voltar às cenas finais… E foi surpreendente!

ligados pelo amor.jpg

Ligados pelo amor – Stuck in love (2014) 

Sinopse: Esta comédia dramática apresenta um escritor de sucesso (Greg Kinnear) que se torna cada vez mais obcecado por sua ex-esposa (Jennifer Connelly), a ponto de criar problemas em sua nova família.

Esse filme aborda a vida da família Borgens. Bill é um romancista de sucesso que não aceita o fim do seu casamento com Erica, mesmo após 3 anos. Erica traiu o marido e até se casou novamente. Sam (Lily Collins – “Sem saída”, “Simplesmente acontece”), a filha mais velha, está cursando faculdade e está prestes a pulicar seu primeiro livro. Digamos que a moça tem um espírito livre: não quer se apegar a relacionamentos, e tem ódio mortal pela mãe.

Rusty (Natt Wolff – “A culpa é das estrelas”, “Cidades de papel”) é o filho mais novo, que é considerado tipicamente como nerd e está cursando o ensino médio. É apaixonado pelos livros de Stephen King e é o oposto da irmã, mora com o pai, mas ainda assim consegue manter um relacionamento estável com a mãe.

O que me chama atenção nesse filme é que Bill sempre incentivou os filhos, desde pequenos, a serem escritores. Os filhos eram obrigados a escreverem diários e o pai estimula Rusty a “viver” e ter experiências para que sua vida como escritor tenha melhores resultados, evolua. E como castigo também faz com que o filho escreva, rs.

Muitas conversas do filme tem como pano de fundo livros ❤ Mas a relação da família é muito conturbada. O divórcio dos pais, a raiva de Sam por Erica e o relacionamento da filha com Louis (Logan Lerman – “As vantagens de ser invisível” “Percy Jackson”), as novas experiências de Rusty e seu relacionamento com Kate (Liana Liberato – “Confiar”, “Se eu ficar”), faz o filme ser bem tocante ao abordar várias questões de angústia e sofrimento.

O filme é sobre amor, perdão e superação. Te faz torcer por cada personagem! Estou apaixonada! ❤ ❤

Me contem nos comentários já assistiram a alguns desses filmes, vou adorar saber! 😉

Até o próximo post!

Camila Melo 

Anúncios

6 comentários em “Filmes | “As palavras” + “Ligados pelo amor”

  1. Adicionei “As palavras” à minha lista! Obrigada pela dica! Nossa, nem me fale em viciar em séries! Também nem começo, senão eu não consigo ler mais! Hahaha Fiz a besteira de reassistir todas as temporadas de Gilmore Gilrs (que eu AMO)! Tô quase acabando a sexta temp, e atrasei todas as minhas leituras por isso! =s

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ritinhaaa! Que bom em ver você por aqui! ❤ Eu não tinha entendido direito o final de "As palavras", mas aí fui pegar spoilers na internet e revi o final, achei muito revelador. "Ligados pelo amor" é muito fofo, trata muito do relacionamento familiar! Bjos da Cah, saudades! ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s