Filme | Medianeras, Buenos Aires na era do amor virtual

Oies Bookaholics! Vamos sair um pouco da rotina e falar sobre filme 🙂 Conversando com alguns amigos da faculdade, recebi a indicação de assistir a esse filme que, “era incrível”, segundo eles, rs. E não é que eles tinham razão?! Obrigada pessoas! ❤

medianeiras.jpg

Para começar, preciso dizer que não tenho muito conhecimento sobre direção, arte e essa parte “mais técnica” da área do cinema, então me perdoem por não focar nesses pontos (não é por acaso que o foco do blog são livros, rs).

Roteiro: Martin é um fóbico em processo de recuperação. Pouco a pouco, ele consegue sair do isolamento de seu apartamento e de sua realidade virtual. Ele é um web designer. Mariana acabou de terminar um longo relacionamento. Sua cabeça é uma bagunça, assim como o apartamento onde ela se refugia. Martin e Mariana vivem no mesmo quarteirão, mas ainda que seus caminhos se cruzem eles não chegam a se encontrar. Eles caminham através dos mesmos lugares, mas não percebem um ao outro. Como podem se reunir em uma cidade com três milhões de pessoas? Eles vivem no centro de Buenos Aires, a metrópole que os une e também os separa.

O filme argentino foi exibido no Brasil pela primeira vez em 2011 e é dirigido por Gustavo Taretto. Com duração de 95 minutos, conta a história narrada por Martín e Mariana, que tentam se libertar das amarras da solidão que a cultura virtual e a arquitetura de Buenos Aires acarretaram para quem vive sozinho. O filme venceu os prêmios de melhor filme estrangeiro e melhor diretor no Festival de Gramado em 2011.

“Medianeras” – que é o nome que se dá àquela parte do edifício sem utilidade, aquele bloco que “cede” lugar a anúncios ou que fica largado, todo sujo, como se não existisse. “Como a sujeira que escondemos embaixo do tapete.”

Em entrevista à Folha de S. Paulo na época do lançamento do longa metragem no Brasil, o diretor falou em relação à temática abordada:

“… estamos todos “acostumados” a esse tipo de solidão. A solidão que sentimos quando estamos rodeados de desconhecidos, a solidão do delivery, da mensagem de texto e do e-mail”

Os monólogos do filme são incríveis e várias frases para nos fazer refletir …

medianeras-1

medianeras-2

medianeras-3

medianeras-4

Apesar do filme abordar essa temática  tão triste  e real sobre a solidão, e consequentemente depressão, há vários momentos engraçados, até certo ponto. Adorei a história e seus personagens, ficava torcendo por eles a cada momento.

Conhecer outro país e os detalhes que os caracteriza é uma das grandes oportunidades que a arte consegue proporcionar, e foi muito interessante conhecer os aspectos de Buenos Aires, Argentina.

O filme está disponível no YouTube e super recomendo 😉

Me digam nos comentários se já assistiram a esse filme, e que outros filmes vocês me indicam, quero muito saber! 😉

Até o próximo post!

Camila Melo 

 

Anúncios

6 Comentários

  1. Eu amo esse filme Ca, é realmente muito bom e ótimo para refletir, inclusive já fiz post sobre ele aqui no blog hehe. Aaah uma coisa que eu acho lindo nele é a fotografia *-*
    Um beijão!! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oies Naty! Vou agora procurar seu post 😉 Me apaixonei por esse filme ❤ Bjos da Cah! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  2. Que dica incrível Cah! Eu ainda não assisti, mas fiquei bem curiosa 🙂
    Beijinhos ❤

    Curtido por 1 pessoa

    1. Estou super apaixonada, tenho certeza que vc vai gostar! 😉 Bjos ❤

      Curtido por 1 pessoa

  3. Este filme é uma obra prima! Já vi várias vezes, e se coloco num canal e está passando, acabo revendo…. É poético, triste, profundo. Não é para qualquer um. É preciso “o tempo certo” “o ritmo lento” para assisti-lo e assimila-lo!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Exatamente Deborah! ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: