USP | Introdução à Editoração <3

Oies Bookaholics! Mais um semestre se passou e vim contar um pouco sobre uma matéria incrível que tive a oportunidade e felicidade de poder cursar! 🙂 🙂 ❤

Para os que ainda não sabem sou estudante de Letras e a minha pretensão é trabalhar com editoração, revisão e/ou tradução de textos em editora de livros 🙂 Depois do meu 1º Ano do Curso de Letras | FFLCH – USP eu descobri que tem um curso específico para essa área, que nada mais é que Comunicação Social com habilitação em Editoração

Muitas pessoas podem confundir a atuação do profissional com a de um editor de jornais. Apesar de desempenharem funções um pouco parecidas, há algumas diferenças que delimitam melhor o território de cada uma delas. O editor de jornais corrige e altera textos jornalísticos, ao contrário do editor de livros, que trabalha com títulos literários e didáticos – mas nada impede, claro, que este último se especialize em editar publicações ligadas a jornalismo. “Vejo a editoração como um meio termo entre Jornalismo e Letras: é um curso de comunicação, mas muito voltado ao livro”, define a estudante do sexto semestre Sabrina Coutinho. Escolha de originais, preparação do texto e revisão são algumas das tarefas do dia-a-dia dos formados em Editoração. Eles também são responsáveis por realizar paginação, diagramação e design de capas de livrosGuia do Estudante

Como eu não penso em abandonar o curso de Letras (até o momento, por enquanto, rs) resolvi começar a fazer cursos específicos na área de editoração, e como no campus da Cidade Universitária há a possibilidade de cursar matérias que não fazem parte da minha grade curricular (as chamadas optativas livres) resolvi cursar a matéria de Introdução à Editoração no primeiro semestre desse ano.

Primeiramente preciso dizer que foi muito complicado conseguir a vaga, já que as turmas do curso de editoração são muito menores se comparadas às turmas do curso de Letras, (são apenas 15 alunos que passam na FUVEST e apenas 6 vagas disponíveis para alunos de outros cursos cursarem essa matéria). Eu não consegui a vaga logo de cara, mas depois de conversar com o professor ele autorizou através do requerimento (procedimento muito comum na USP, mas quem nem todos os professores fazem, rs) que eu, e mais 3 alunos (também de Letras), fossemos matriculados na matéria. 🙂 🙂

Se você ama ler e adora a sensação de folhear livros novos e antigos, já deve ter ouvido falar do curso de Editoração da Universidade de São Paulo (USP). Em outras instituições a área também é chamada de Produção Editorial, então, talvez, você a conheça por esse nome. A carreira envolve todo o processo de produção de livros: desde a revisão das histórias originais à diagramação da capa. Por isso, a graduação da USP, avaliada em cinco estrelas pelo Guia do Estudante, aborda tanto aspectos textuais quanto conceitos de designGuia do Estudante

Mas não foi tão fácil, as aulas dessa matéria eram todas as quartas-feiras às 8 horas da manhã, então eu precisava madrugar (literalmente) para não perder nada, mesmo tendo indo dormir tarde já que as aulas da Letras são no período da noite, e ainda faço estágio (e meu gestor me autorizou a chegar uma hora mais tarde nesse dia ❤ ).

Mas no fim valeu super a pena! 🙂 Sabe quando você está naquela fase de paixão sobre um determinado assunto que seu coração chega a bater mais forte e você se vê trabalhando naquilo pelo resto da sua vida? Aquela sensação de que é com aquilo que você quer tirar o seu sustento, mas ama de uma forma que não será um martírio trabalhar com aquilo? Essa é a sensação que começou a despertar em mim desde o ano passado. 🙂

A matéria foi ministrada pelo Prof. Dr. Plínio Martins Filho, o presidente da Editora da Universidade de São Paulo – EDUSP, há 25 anos. As aulas tiveram foco no processo do livro do autor até o leitor, inclusive a Editora Seguinte (selo da Companhia das Letras) fez um vídeo recentemente para exemplificar esse processo:

 

Outra editora que está com uma série muito legal abordando esse tema é o Grupo Autêntica, que tem como um de seus selos a Editora Gutemberg:

Recomendo também o snapchat da Editora Intrínseca que durante a semana tem “quadros” específicos sobre seus lançamentos e curiosidades da editora, toda segunda-feira tem “Nos bastidores da Intrínseca” onde a Helo (melhor pessoa! rs), responde as dúvidas que nós leitores enviamos pelas redes sociais, é muito legal ❤  Acho muito importante toda essa interação que as editoras têm com os leitores e através das redes sociais a distância se tornou cada vez menor 🙂

Voltando ao assunto de Introdução à Editoração… rs 😉

Claro que com o tempo de apenas um semestre (e greve) não foi possível ver a fundo todo o processo de produção de um livro em todas as suas etapas, mas ainda assim fizemos uma Visita à gráfica da Imprensa Oficial para conhecer o processo de impressão ❤

O foco principal do trabalho final foi revisão de um capítulo de um “original” que nada mais é do que a primeira versão do documento que chega à editora e se tornará o futuro livro. Tive a oportunidade de aprender a usar os sinais e marcas de revisão, além das algumas técnicas e dicas do trabalho do revisor de textos que se resume a muita pesquisa em vários campos, desde a própria gramática culta da língua, como o assunto de que o original se trata. Confesso que foi um pouco maçante essa função principalmente porque o texto era sobre arte (que eu não gosto muito, rs) e há muitas diferenças entre uma editora universitária e uma editora que publica best-sellers.

Durante as aulas também pudemos discutir sobre o estilo do autor em contrapartida com a normas exigidas pela norma culta da língua, as normas de estilo das editoras, seu foco nas publicações e a questão da ética, que me estimulou a levantar o post de Discussão: Comprar ou não comprar livros da Martin Claret? (super recomendo!)

A área da editoração é muito ampla: design, tradução, revisão, marketing, produção e muito mais, vale muito a pena pesquisar as faculdades que oferecem esse curso e sua grade curricular, por mais que seja de área muito semelhante à Letras e Jornalismo. Meu foco é fazer a minha pós graduação em Editoração e continuar fazendo cursos de especialidades, tanto que descobri recentemente que a Editora da UNESP, fundou a Universidade do Livro:

Há algum tempo as editoras deixaram de ser empresas que meramente publicam livros. Elas precisaram se tornar algo mais do que isso: uma casa de ideias, que detém o conhecimento do passado, reflete sobre o presente e lança os debates para as perspectivas do futuro.  Um lugar que ajuda a sociedade a trilhar um caminho de maior lucidez, conectado ao mundo contemporâneo.

Ainda acompanhando este caráter difusor, a Editora Unesp também demonstra seu compromisso com a educação por meio da implantação da Universidade do Livro (Unil). Com a proposta de se configurar como um braço educacional da FEU, a Unil realiza cursos, palestras e encontros, promovidos dos profissionais e aspirantes do setor editorial.

Alguns cursos que já foram ministrados e que se repetem são o de “Preparação e revisão: o trabalho com o texto”; “O uso da imagem na produção editorial”; “O mercado de trabalho das editoras”; “Gramática para preparadores e revisores de textos” entre muitos outros, a Universidade do Livro também disponibiliza cursos EAD.

Outro lugar que oferece cursos nas áreas de Editoração, Filosofia, Jornalismo, Literatura, Música, Psicanálise e Sociologia, com profissionais qualificados é Espaço Revista Cult, entre os cursos oferecidos há “A arte de editar um livro” e “Os desafios da escrita” e muitos outros.

Esses cursos são em São Paulo e não sei como funciona nos demais estados não só os cursos livres mas também cursos de graduação e especialidades.

Eu não seria 100% honesta se não dissesse aqui que o valor desses cursos é caro (muito na verdade), não só para o meu bolso mas conversando com colegas que também tem interesse nesse assunto. E para mim que quer fazer vários cursos sobre, teria que vender um rim, pelo menos, hahaha. 😦 😦 😦

Me digam nos comentários se vocês gostam de posts relacionados com as matérias que eu curso, ou alguma outra curiosidade sobre o curso de Letras ou até mesmo a USP, vestibular e afins, vou adorar conversar! 😉

Até o próximo post!

Camila Melo 

Anúncios

18 Comentários

  1. Muito legal! =)

    Curtido por 1 pessoa

  2. Que incrível, Cah!
    Também já me imaginei diversas vezes revisando os livros, traduzindo e principalmente sendo responsável pela avaliação de originais. Descobrir autores em potencial, ter contato com escritores iniciantes, apostar em originais, sabe?
    É um ramo que me fascina muito, embora não seja o meu foco principal.

    Continua com posts assim!

    Um beijo! ❤

    Curtido por 2 pessoas

    1. Aiii Marcela muito obrigada! É exatamente com isso que me vejo trabalhando sabe? Estou muito encantada. Bjos da Cah! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  3. Adorei! É um dos cursos que eu gostaria de fazer futuramente.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu estou apaixonada! ❤ Faz sim, tem tudo para ser ótimo! 🙂

      Curtir

  4. Prestarei vestibular para esse curso também. Adorei saber mais um pouco sobre essa área, ótimo post 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oie Amanda! Poxa! Fico muito feliz em saber que esse post pode contribuir um pouco 🙂 Te desejo muita sorte e sucesso no vestibular, vai com tudo! Bjos da Cah! 🙂

      Curtido por 1 pessoa

  5. Que legal. Eu tinha vontade de fazer letras, mais dai a psicólogia bateu mais forte, haha. Amo tudo isso, todo esse mundo! Parabéns, e não desista do curso em? Kkk um beijo 💟

    Curtido por 1 pessoa

    1. Hahaha, obrigada pela força Fran! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  6. Oii Cah, boa noite 🙂
    Eu já tinha lido um pedacinho desse post no dia que publicou, mas não tive tempo para comentar da maneira que queria. Eu simplesmente amei, adoro quando faz posts assim e esse me cativou, tenho muita vontade de fazer algum curso nessa área. Imagino que deva ser difícil continuar na faculdade por causa das greves, mas tente ter paciência, um pouco mais, estou torcendo para que conclua e continue escrevendo para nós sobre suas impressões. Tenha muito sucesso e inspiração, beijinhos ❤

    Curtido por 1 pessoa

    1. Biaaa ler seus comentários me motiva sabia? 🙂 Primeiramente muito obrigada pelo carinho e pela força, estou aprendendo a lidar com essas paralisações e greves =/ . Fico muito feliz em poder incentivar de alguma forma, e torço muito para que você conquiste não só esse objetivo, mas tudo que almeja 🙂 Bjos da Cah! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  7. […] literários, mas por enquanto ainda tem sido “A construção do livro” que fala sobre Editoração ❤ Paguei R$ 79,20 COM […]

    Curtir

  8. […] estava muito ansiosa para o fórum deste ano, já que tive a oportunidade de cursar a matéria de Introdução à Editoração no primeiro semestre desse ano na Escola de Comunicação e Artes da […]

    Curtir

  9. […] 😉 ) No início do segundo ano fiquei muito empolgada com a área de Editoração (mais detalhes: USP | Introdução à Editoração ), que não faze parte do curso de Letras e no final do ano passado me interessei muito por Teoria […]

    Curtir

  10. Thank you for sharing with us, I think this website really stands out : D.

    Curtir

    1. Hello! I am so happy for you like my website! Thank you 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: