Discussão: Comprar ou não comprar livros da Martin Claret?

Oies BOOKAHOLICS! Queria levantar uma discussão com vocês sobre o título deste post, mas primeiramente vou tentar explicar o quê me levou a debater sobre esse tema!

cleção martin claret.jpg

Eu vi que a Editora Martin Claret tem uma coleção linda dos livros da Jane Austen e fiquei apaixonada, e eles disponibilizaram também uma edição de bolso que é mais econômica. Durante algumas aula de “Introdução à Editoração” (em breve farei um post sobre esse assunto) o caso Martin Claret foi abordado diversas vezes.

A editora já foi processada por plágio, ou seja, algumas obras que foram traduzidas tiveram o nome do tradutor trocado na sua edição. Vale lembrar que tradutores tem direito ao direito autoral em seus trabalhos e quando descobriram essa “manobra” da Martin Claret entraram com processo. É muito difícil encontrar na artigos na internet sobre o assunto, mas encontrei um artigo de 2007 no site do jornal Folha de S. Paulo, detalhes aqui.

No curso de Letras vi que vários professores condenavam, e com razão já que era a mesma categoria de muitos deles, a atitude da editora nos desencorajando a comprar seus títulos, afinal o trabalho e direitos de tradutores estava sendo desrespeitado e se comprássemos suas obras poderíamos influenciar essa cultura de plágio.

Mas depois de um tempo refletindo no assunto me pergunto: nós muitas vezes baixamos músicas, filmes e livros pela internet sem pagar pelos direitos autorais dos profissionais envolvidos, porque levantar uma bandeira contra a pirataria no mercado dos livros se fazemos a mesma coisa com outros produtos? Não seria muita hipocrisia levar em conta somente a questão dos livros?

Eu estou sendo muito sincera e queria levantar um debate aqui com vocês, o que pensam sobre este assunto? São a favor ou contra a compra de livros da editora? Me contem suas opiniões nos comentários, sem nenhum julgamento! Quero muito dialogar sobre 😉

Camila Melo 

Anúncios

22 Comentários

  1. Acho que no mercado editorial isso é mais complicado porque os outros artistas tem outras formas de ganhar dinheiro, já os tradutores, já ganham pouco e não tem outra forma de ganhar dinheiro. Mas também acho meio hipócrita. Enfim…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Sim, tem esse lado tbm, muito complicado! 😦

      Curtir

  2. Minha professora de literatura condena a Martin Claret e eu faço curso de Tradutor e intérprete então fomos praticamente proibidos de comprar os livros deles. Concordo com você nessa comparação com as coisas piratas, mas quando baixamos um livro ele só não é “pago” para as partes envolvidas, o plágio da editora é mais grave pois eles estão usando nomes de outras pessoas (algumas que nem existem se você jogar os nomes no google) e usando coisas já feitas para ganhar dinheiro em cima disso! Eu já li e comprei os livros deles, mas depois de ter essa discussão levantada na faculdade sempre procuro evitar.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Concordo com vc Bia, quando mencionei essa comparação quis dizer mais no sentido ético de quem compra / baixa. Mas sem sombra de dúvidas foi uma atitude muito desrespeitosa da Martin Claret, desvaloriza muito o trabalhos dos tradutores como vc 😦 Faz faculdade onde? Bjos da Cah!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Eu fico meio que no meio disso, porque baixo muitos livros mas seu tbm que é isso é anti ético pois não damos valor aos envolvidos… Eu faço na Uninove, conhece? Adoro meu curso!!! Hahaha
        Beijos :*

        Curtido por 1 pessoa

        1. Entendi Bia! Muito legal, quero ver se faço pós nessa área 😉 Tenha uma ótima semana! Bjos da Cah! ❤

          Curtido por 1 pessoa

  3. Ca esse assunto é um tanto complicado de ser discutido mesmo… Mas, sinceramente, na minha opinião, nós, muitas vezes, baixamos livros, filmes e músicas e acabamos contribuindo com a pirataria… mas achei esse caso que você relatou um tanto hipócrita, pois esses tradutores que plagiaram estão ganhando dinheiro em cima disso e de certa forma se aproveitando de nós consumidores… sem contar que muitas pessoas que compram os livros da editora não tem essa informação a respeito, eu pelo menos não sabia disso, apesar de não ter comprado nenhum exemplar..
    Beijoos ❤

    Curtido por 1 pessoa

    1. É muito complicado mesmo Naty, mas nesse caso a editora pegou traduções que já existiam e colocaram no nome de outras pessoas, e não os tradutores que copiaram 😦 Muito tenso!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Aaah sim, agora entendi… O que só piora pro lado da editora, bem tensa essa situação mesmo :((

        Curtido por 1 pessoa

        1. Sim, inclusive vi que a Martin Claret processou um blog que abordou o assunto e acredita que foi por calúnia ou difamação?!!! Bizarro para não ser trágico =/

          Curtido por 1 pessoa

          1. Nossa Ca, que absurdo!! É uma pena que exista editoras que agem dessa maneira :/

            Curtido por 1 pessoa

  4. Nossa Cah, esse assunto é bem tenso hein? Eu já li Orgulho e Preconceito e não sabia disso! Chocada :0
    Eu fiquei na verdade sem saber o que pensar… Difícil dizer se sou contra, porque minha consciência me perturbaria “diz que é errado, mas também faz errado…” Muito complicado!
    Beijinhos :*

    Curtido por 1 pessoa

    1. Geo, penso exatamente igual você e realmente é muito difícil se posicionar! =/ Tenha uma ótima semana! Bjos da Cah! ❤

      Curtido por 1 pessoa

      1. Obrigada, tenha uma semana maravilhosa também 😉

        Curtido por 1 pessoa

  5. Hurrah! In the end I got a web site from where I can truly take valuable data concerning my study and
    knowledge. http://kinovd.com.ua/index.php/component/k2/itemlist/user/79820.html

    Curtido por 1 pessoa

  6. […] editoras, seu foco nas publicações e a questão da ética, que me estimulou a levantar o post de Discussão: Comprar ou não comprar livros da Martin Claret? (super […]

    Curtir

  7. Bruno Gonçalves · · Responder

    Acho que a questão não é “nós muitas vezes baixamos músicas, filmes e livros pela internet sem pagar pelos direitos autorais dos profissionais envolvidos”, pois a editora não vende mais livros com traduções plagiadas, as edições com problemas passaram por novos traduções e normalmente a editora destaca quem é o novo tradutor.
    A questão que eu fico refletindo é: devo comprar livros de uma editora que fez algo tão errado no passado?
    Eu refletia sobre isso, depois de um tempo pensei que a editora deve ter passado por julgamento pela justiça brasileira, e deve ter pagado pelo seus erros. Todos tem oportunidade de mudar e melhorar, e eles tem feito edições maravilhosas (Os Miseráveis, Sherlock Holmes, Norte e Sul etc).
    Mas pesquisando na internet não encontro notícias que ela tenha pago indenizações, na verdade encontrei matérias que a editora processou a dona do blog que fez as denúncias, pra tentar inibir essas denuncias, o que acho uma atitude extremamente errada, se fez errado era para ter assumido na época.
    Ainda tenho essas dúvidas se devo comprar as edições novas ou não dessa editora.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oies Bruno! Fico muito feliz por vc ter deixado a sua opinião nessa discussão 🙂 Tem um ano que escrevi este post e até hoje eu não tenho uma ideia formada sobre o assunto, rs … Acho muito válido seu ponto sobre dar uma segunda chance, mas sinceramente eu não comprei nenhum livro deles, mas sei lá, talvez meu pensamento mude. Bjos

      Curtir

  8. Li coisas bem ruins a respeito da Martin Claret, porém não consegui encontrar o desfecho de acusações como o caso dos plágios de traduções por exemplo. Realmente parece que a editora se “redimiu” e saiu dessa vida rs. Pelo menos perante a lei, parece que pagou o que devia. Parece…
    Quando vi o livro Grades Contos de HP Lovecraft, fiquei doido e imediatamente comprei, arrisco dizer até que nunca ouve no Brasil uma publicação tão portentosa da obra do grande Lovecraft. Na contracapa inclusive tem o nome dos tradutores, dando a entender o p*** trabalho que tiveram (quem conhece a história da tradução de Lovecraft no Brasil sabe do que estou falando). Somente após a compra é que fui pesquisar sobre essa editora até então estranha para mim, e acabei sabendo dos casos onde a editora está envolvida.
    Se ainda está no mercado, mesmo após a sabatina que teria acontecido, parece que está ok…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oies! No final das contas parece que está tudo ok mesmo, porque talvez a editora nem pudesse mais publicar não é? Fiquei feliz com a sua participação nessa discussão 😉 Bjos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: