Oies BOOKAHOLICS!  Hoje terminei o terceiro e último livro, por enquanto,  dessa série incrível, que já posso adiantar que amei ❤

Essa série é um spin-off (série que foi derivada de outra história, abordando a vida de outro personagem) da série Myron Bolitar do autor americano Harlan Coben.  Já posso até dizer que não há problema nenhum em começar essa série sem ter lido os seis livros do Myron Bolitar anteriormente.  😉

NÃO HÁ SPOILERS NESSA RESENHA!!!

Sinopse: Apresentado ao público pela primeira vez no suspense Alta tensão (último livro da série Myron Bolitar), Mickey Bolitar se vê obrigado a ir morar com seu tio Myron, um ex-agente do FBI, após testemunhar a morte do pai e internar a própria mãe numa clínica de reabilitação. Agora o rapaz precisa se esforçar para conviver com o tio, de quem nunca gostou muito, e ainda se adaptar ao novo colégio.
Para sua sorte, ele logo arruma uma namorada, a doce Ashley, que também é nova na escola. Quando sua vida parece estar entrando nos eixos, o destino lhe reserva uma surpresa: Ashley desaparece misteriosamente. Determinado a não perder mais uma pessoa importante em sua vida, Mickey contará com a ajuda de seus novos amigos, os excêntricos Ema e Colherada, para seguir o rastro da namorada. Para piorar, uma idosa reclusa da vizinhança lhe conta que seu pai ainda está vivo, sem dar maiores explicações. Quando esses dois mistérios se cruzam, Mickey descobre que está envolvido numa rede de intrigas que o levará a questionar a vida que acreditava ter. Perspicaz e esperto como o tio Myron, Mickey está disposto a fazer tudo o que for preciso para salvar as pessoas que ama.

  • Capas: Eu admiro capas que dialoguem com a história,  principalmente quando são séries,  por mais que tenham elementos da história, essas capas são horríveis,  parecem de história de terror do tipo Stephen King,  mas definitivamente não são.

 

  • Livro I: Refúgio (Shelter) – 2011

Você é um protetor,  cuida das outras pessoas.  É como um refúgio para elas. (Pág.  111)

Como de costume todo livro que inicia uma série é uma apresentação dos personagens e ambiente em que a história se passa. Há o mistério maior que envolve toda série sobre a morte ou não de Brad Bolitar,  o pai de Mickey e irmão de Myron.  A escrita do autor é muito incrível,  pois ele tem a grande capacidade de nos envolver num mistério,  lançar várias pistas que parecem não ter nenhum sentido,  até que no final todos se conectam como uma teia.

Mickey é um adolescente que já viveu tantas coisas e tantos traumas, diferente do tio Myron que nos faz torcer tanto por ele, como se ele merecesse um pouco de paz e tranquilidade, mas as coisas só parecem piorar cada vez mais.

É engraçado como você se permite esquecer por alguns segundos,  como, mesmo na pior das situações,  você pode ter momentos em que se engana e pensa que tudo talvez fique bem. (Pág.  83) 

Mickey sempre cresceu morando em vários países,  mas a relação que faz com seus novos amigos Ema e Arthur, vulgo Colherada,  é tão rápida e forte que os mantém unidos diante dos obstáculos,  e ainda por se atraírem já que são os “perdedores” da escola e sofrerem bullying.  Eu gostei muito desses personagens,  cada um tem a sua peculiaridade e personalidade única,  formam um trio um tanto excêntrico mas ao mesmo tempo de conjunto e complemento ao outro.

Aliás,  para os que já conhecem os livros da série Myron Bolitar é possível ver  algumas transições dos personagens principais: idade (vida adulta x adolescência) espaço (vários locais x ensino médio) e personalidade (aberto x fechado).

 

  • Livro II: Uma questão de segundos (Seconds away) – 2012

No segundo livro continua o mistério sobre a morte de Brad,  mas outros novos mistérios surgem e com a amiga Rachel,  Mickey, Ema e Colherada seu unem para desvendar mais casos envolvidos nessa grande teia. A questão da confiança e culpa entram em cheque na relação dos quatro amigos que sofrem danos maiores em suas vidas.

Como eu disse anteriormente sobre o livro girar em torno do ensino médio,  o autor faz referência a elementos dos “jovens” como o seriado Glee ❤ , As crônicas de Nárnia e O rei leão.

Qualquer coisa que eu falar pode ser um grande spoiler, então vou me deter apenas a esses pontos 😉

 

  • Livro III: A toda prova (Found) – 2014

O segundo livro acaba com um grande cliffhanger (momento de grande revelação), então a leitura não só nesse livro, mas em todos os livros da série fizeram com que a leitura fluísse de forma muito rápida e natural.

Outros mistérios são acrescentados ao mistério principal e é um choque e “tiro” atrás do outro,  e não tem como parar a leitura enquanto não saber o desfecho.

O tempo em toda série é muito curto, tudo se passa em um mês,  diferentemente das séries que estamos habituados a ler, que duram anos.

Frequentemente a gente ouve dizer que só se tem uma vida e que essa vida não é um ensaio geral. Isso era verdade para todos, mas parecia direcionado para mim de forma especial.  Dito de modo simples,  é o que é.  O que você está fazendo agora é a vida. Cada momento impacta e constrói o próximo. (Pág.  198)

Nesse terceiro livro fatores como escolhas e suas consequências, e o quanto você está disposto a ir em busca de um objetivo.

Eu tinha ouvido dizer que o espírito humano é indomável,  que não pode ser derrotado ou destruído e que, se você quiser alguma coisa de verdade,  ele ganhará uma força imensurável. (Págs.  128/129)

O grande desfecho foi incrível e sim eu chorei, rs, fiquei extasiada, Harlan Coben tem o dom de me surpreender, mesmo com três livros para desvendar um mistério a história não ficou nem um pouco maçante.

Alguns pontos secundários não ficaram muito claros e dão margem a um possível livro novo dessa série,  e tenho quase certeza de que futuramente vai rolar. 🙂

Se não ficou claro o quanto gostei dessa série vou enfatizar: EU AMEI ❤ Super recomendo essa série para todos, acredito ser uma série que agrade a todos.

Até o próximo post!

Camila Melo

 

 

Anúncios

10 comentários em “Resenha | Série Mickey Bolitar, Por Harlan Coben

    1. Raquel o bom dessa série é que não depende da leitura da série do Myron Bolitar (que eu preciso ler na ordem e todos os livros), foi muito tocante e eu chorei hahaha. Acho até que vai ter um novo livro, porque queria saber o que acontece com Colherada, Ema e Rachel. 😉 Bjos

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s